Coisas da Mo

textos de uma mãe, jornalista, cronista…

palavras novembro 28, 2007

Filed under: Sem-categoria — moazevedo21 @ 1:44 pm

Palavras não são só palavras… Nunca. Palavras têm forma, cor e textura. Palavras têm peso, cheiro e gosto. Palavras têm alma e têm rosto. Palavras têm vida.

Existem palavras-arma, que atiram e machucam, podem até matar. Não pessoas, sentimentos. Palavras-agulha, o que elas injetam fazem efeitos diferentes em cada um. Ou não fazem efeito algum. Palavras-bálsamo, se ditas na hora certa aliviam a dor. Palavras-chiclete, ficam marcadas e grudadas pra sempre. Palavras-felpa, nunca dá pra conseguir extrair por inteiro. Palavras-chave, que abrem qualquer porta. Estas são as mais perigosas, nunca se sabe o que vai encontrar. Pode ser um trem, que te atropela, um jardim ou um local de acesso restrito. Palavras-kleenex, servem pra secar lágrimas. Palavras-borboleta, que voam. Palavras-pernilongo, zumbem no seu ouvido e você não sabe de onde vêm. E meu Deus, as palavras-tumor, se retiradas a tempo não matam.

As palavras nunca são só palavras. Sim, a boca só obedece ao cérebro, logo, palavras são pensamentos, de momento ou de uma vida. Antes de sair, elas passam pela alma pelo coração, e pela cabeça. Então, cuidado com as palavras, elas são tudo que eu tenho agora. 

 

onde brilham os olhos seus

Filed under: dicas — moazevedo21 @ 1:32 pm

capa-takai.jpg  Esse é o título do novo álbum (solo) da Fernanda Takai. Aqui ela canta sucessos da Nara Leão. Tá lindo de tudo. Vale a pena dar uma conferida… boa dica de presente para sua mãe… ou seu pai!

 

Escorpião novembro 24, 2007

Filed under: Sem-categoria — moazevedo21 @ 1:09 am

Meu amigo pernambucano e pseudo carioca, Carlinhos, me disse que eu tinha que postar isso aqui… afinal, eu sou uma grande beijadora!!!!

ESCORPIÃO – O Intenso. Muito enérgico. Inteligente. Pode ser ciumento e/ou possessivo. Trabalhador. Grande beijador. Pode ficar obsessivo ou reservado. Guarda rancor. Atraente. Determinado. Amores que estão em relações longas. Falador. Romântico. Pode ser às vezes egocêntrico. Apaixonado e emocional.

 

Eu não gosto das manhãs! novembro 22, 2007

Filed under: textos — moazevedo21 @ 6:47 pm

cansada.gif  Triiiiiiim!!!! Mais uma vez o despertador tocou antes da hora. Quer dizer, exatamente às 7h30, como eu o tinha programado. Impossível, porém, calar essa pulga atrás da minha orelha incomodada dizendo que os ponteiros estão correndo demais. Assim como nascer, acordar é uma violência. As vítimas somos nós, mesmo depois de esmurrarmos o botão “soneca” pela décima vez. Já quebrei tantos desses relógios que agora só uso do baratinho, que normalmente agüenta o baque.

Ainda procurando me situar no espaço-tempo, ando em direção às outras pessoas que, devidamente acordadas, insistem em me ver como um extraterrestre. Olhos colados de remela e um andar de baiano em quinta-feira de cinzas me denunciam à distancia. Não, eu não gosto das manhãs.

Resolvi prestigiar um desjejum (vê que palavra interessante…) preparado pela moça que trabalha lá em casa, Sônia. Olhei para o suco de laranja e pensei em tudo, menos em bebê-lo. Os sonhos da noite anterior ainda povoavam minha cabeça e eu fazia de tudo para poder voltar ao limbo onírico do qual nunca deveria ter saído.

Por mais que as relações de trabalho e interação social estejam mudadas nesses tempos pós-internet, ainda existe um preconceito quase que maldoso contra nós, que preferimos o céu escuro ao claro. Em certas rodas, admitir publicamente que não se abre os olhos antes que a casa das horas tenha dois dígitos é um sacrilégio. Melhor dizer que já cheirou pó no banheiro da igreja.

No início dos tempos, antes da energia elétrica, a interdependência entre produtividade e capacidade de se acordar com o galo realmente existia. O argumento também vale para aqueles que vivem da terra, nos grotões do mundo. O camarada que se levanta com o sol tem mais tempo para plantar, colher ou tirar leite da vaca. Anoiteceu, hora de ir dormir pra se estar tinindo no dia seguinte. A ligação entre o meio rural e o ato de se acordar cedo fez um cara que eu conheço chegar a uma conclusão nada careta: “O homem civilizado não pode acordar e ir dormir no mesmo dia”.

Para se estudar, ler, elaborar projetos ou interagir com pessoas de maneira competente não precisa ser amigo do sol. Os dedos que digitam esse texto a uma da matina não precisam do Astro Rei pra nada além de fornecer energia e vitamina D. Os ditados populares são interessantes e tal, mas não os troco por uma boa noite de sono.

 

Mulher Moderna novembro 21, 2007

Filed under: textos — moazevedo21 @ 2:19 pm

glamurama-by-maureen-miranda.jpg  A mulher de hoje sofre porque tenta se livrar do modelo mulher-dona-de-casa-cuida-de-filhos e parte para a aventura de construir uma vida independente, e encontra como principal obstáculo os homens, estes eternos despreparados para novos tipos de relacionamento.

Não, quem escreve isso não é uma mal-amada. Isso é uma constatação de uma pesquisa de campo feita nos mais diferentes locais, sendo esses locais: trabalho, bares, boates, lanchonetes e docerias. Esse último, é a maior concentração de solteiras que descontam nos doces a falta de sexo.

Essa minha regra, no entanto, não vale apenas para as solteiras que ousam viver fora dos padrões familiares estabelecidos. Mas os homens também andam insatisfeitos com o sexo oposto. Eles são exigentes demais. Ou indecisos demais. Não sabem se preferem uma moralista, uma fria na cama ou uma chata com as chamadas “coisas da casa”, podendo ser até uma gastadora compulsiva do salário do marido. Talvez por isso, eles prefiram ser solteiros assumidos e, é claro, ao solteiro cabem as coisas boas da vida – sexo selvagem, nenhuma responsabilidade e muita aventura e diversão. Com os homens, a vida sempre foi mais condescendente, mesmo quando sentem tesão na assistente, levam a colega de trabalho para transar no elevador, assistem vídeos de auto-ajuda ou dizem frases como: – O seu problema é que você tem atitude de pênis pequeno. É preciso ter atitude de pênis grande.

Vai ver que é por isso. Mulher não tem pênis. Mulher tem peito… será esse o motivo da busca do aumento dos seios? A siliconemania tem uma explicação lógica. Seja lá o que isso queira dizer, esse assunto preocupa e muito. Eu quero ser uma peituda siliconada, daquelas personagens divertidas, sempre atrás de sexo e aventuras.

 

Pro meu marido:

Filed under: textos — moazevedo21 @ 1:49 pm

A gente já é uma gente estranha, né? Mas foi Deus quem fez a gente assim. Cada um mais estranho que o outro nesse mundo maluco que Ele fez. Fez e colocou a gente aqui. Mas como pode? Eu dei o mundo pra você. Foi… lembra não?

Beijei teu sorriso, te dei um longo abraço apertado, apontei para as estrelas e te dei o mundo comigo nele, que é pra ficar mais fácil e a gente num se perder. Até porque a gente demorou pra se encontrar nele.

 O mundo é assim: dá voltas e voltas. Acho que é Deus brincando de soprar. Ele sopra e você ri. Sorriso sereno, a brisa, o vento, olhar maroto. E eu ali, olhando, me atendo. Eu tenho. Você. Pra mim.

 

Nando Reis em show voz e violão do Luau MTV no Baretto

Filed under: dicas — moazevedo21 @ 4:00 am
Tags: , ,

crédito: marcos hermes  Luau funciona mais ou menos assim: amigos reunidos, violão e um punhado de hits. Para Nando Reis, o projeto Luau MTV tem um gostinho especial, já que foi ensaiado na sua casa de praia, na Praia do Lázaro, em Ubatuba, São Paulo, e gravado na Praia Vermelha. O cantor apresenta esse novo trabalho no Baretto, em São Paulo, numa temporada que vai do dia 21 ao 24 de novembro, já com ingressos esgotados.

O repertório é baseado no CD homônimo, mas dessa vez o Ruivo mostra as canções de um jeito mais intimista: voz e violão. O disco foi gravado no início deste ano e lançado pela gravadora Universal Music, em maio. Nando Reis apresenta músicas do último álbum Sim e Não: Sou Dela, N, Espatódea e Monóico, além de sucessos que o cantor e compositor coleciona nesses anos: A Letra A, Relicário, Por Onde Andei, entre outros. Ainda há a inédita Tentei Fugir, e Negra Livreque fez para a cantora Negra Li.

Com o carisma e a energia do artista, o show é sempre uma celebração. “Juntar um bando ao redor de umas canoas espalhadas na areia só fica bom quando se tem música que a gente sabe de cor pra poder sair cantando”, explica o cantor. A apresentação dura cerca de 2h. O show de Nando Reis & Os Infernais tem cenário de Rodrigo Andrade e iluminação de Rafael Auricchio.

Serviço: Nando Reis – voz e violão Temporada no Baretto

Dias:   21 a 24 de novembro

Local: Baretto

Endereço:  Rua Vittorio Fasano, 88 – Cerqueira César

Horário:  22h

Couvert Artístico:  R$ 350,00

Informações:  11 3896-4000 e www.fasano.com.br